Sem categoria

Porque Legends é a melhor série do arrowverse atualmente

O site Collider fez uma matéria muito interessante e empolgante para os fãs de Legends of Tomorrow: “Porquê Legends é a melhor série do arrowverse atualmente.”

Apesar da audiência não garantir a série o primeiro lugar na emissora, Legends of tomorrow, desde sua estreia, veio como um consolo para alguns vilões e heróis que não tiveram em Arrow ou The Flash o espaço necessário para desenvolver suas histórias já que a maioria deles não teria conteúdo suficiente para seus próprios spin off.

Assim nasceu uma equipe totalmente desajustada, que recebeu uma missão bastante nebulosa e diferente e ainda um conjunto de regras que realmente não se encaixava no perfil da equipe e que trazia como vilão principal um personagem que além de não acrescentar nada a equipe, não se encaixava na narrativa. Com isso a atração teve que reiniciar sua narrativa, e mostrou o contrário às críticas, que poderia oferecer um show que além da qualidade narrativa, trazia a diversão e entretenimento aos seus fãs, descartando as regras, personagens desnecessários e trazendo ao show uma equipe com harmonia e a química necessária para a televisão.

Assim, como a mudança na direção da narrativa da série, Legends of Tomorrow, precisava de um capitão que atendesse às peculiaridades da equipe, assim, Sara Lance (Caity Lotz) assumiu a responsabilidade. Com isso, no final da segunda temporada, os “heróis” quebraram o tempo e permitiram que na temporada atual vários anacronismos realmente divertidos, que levassem a série a lugares diferentes e que permitiam a mobilidade necessária – já que os mesmos estão em uma nave do tempo – surgissem.

Apesar de apostar em cada um de seus personagens, Legends of Tomorrow, mostrou ao longo de suas temporadas que ninguém é indispensável ou insubstituível e a morte do Professor Stein (Victor Garber) e a saída de Jefferson Jackson (Franz Drameh) (ou “Jax” como era tratado carinhosamente pela equipe) deu a série a possibilidade de adicionar ao elenco personagens como Wally West (Keiynan Lonsdale) mais conhecido Kid Flash. Essa dança das cadeiras possibilitou ao elenco e aos fãs a oportunidade de entender melhor as consequências “reais” e de mostrar que a equipe não era apenas um grupo que não se adaptou a outras séries e sim um time.

Apesar de já estarmos na metade da temporada, Legends of tomorrow, mostrou em seu episodio 10 “Daddy Darhkest” a incrível capacidade de surpreender os fãs, entrando em um universo totalmente “novo” e diferente, além de adicionar a equipe um personagem querido pelos fãs: Constantine (Matt Ryan) e fazer com que o episódio com pegada de terror fosse facilmente adaptado aos personagens atuais.

Mas, foi “Here I Go Again” episódio transmitido esta semana, que provou que Legends está pronta para alcançar o nível máximo das séries hoje transmitidas no arrowverse, apresentando o drama de seus personagens, o crescimento pessoal de Zari (Tala Ashe) e finalmente a percepção do papel importante que ela tem para os outros membros da equipe e a importância para sí mesma. Vamos poupa-los dos spoilers, mas, garantimos que o episódio dará a vocês uma boa dose de diversão e ira leva-los a perceber que o roteiro da série, apesar de não apresentar um único foco, como as demais series do arrowverse, consegue entregar aos fãs o mesmo resultado, porém com qualidade diferente em cada um de seus episódios. O episódio também abriu as portas para várias outra possibilidades, eu sei não vamos dar spoilers, mas, com certeza, nós queremos ver as histórias que essas possibilidades nos darão.

Talvez a formula do sucesso de Legends of tomorrow à critica, seja a mudança, isso mesmo, ao contrário das outras séries do arrowverse, a série mostrou durante suas três temporadas a volaticidade de mudança e a fácil adaptação de seus personagens, trazendo assim um conteúdo semanal supreendente aos seus fãs. Cada semana temos um anacronismo diferente, que nos leva a roupas, maquiagens e tempos diferentes e a diversão contida em cada um de seus personagens e em cada episodio vemos o quanto nossos personagens conseguem evoluir, mostrando que eles podem e aprendem como nós com os erros do passado, não os repetindo no futuro.

Esperamos que no resto da temporada, e em uma futura 4ª temporada, consigamos ver um roteiro que continua permitindo o crescimento a cada um dos membros da equipe.

Comentários